PARTIDO-ALTO: samba de bamba - Nei Lopes Ver maior

PARTIDO-ALTO: samba de bamba - Nei Lopes

9788534703796

Produto novo

Nei Lopes, mais do que o craque que bate o córner e faz o gol de cabeça, tem presença quádrupla no panorama da nossa música e da nossa cultura popular. Em sua mulatice zen, cevada em ambiência seropedicana, convivem em medidas de igual talento o historiador metódico e rigoroso, o intelectual de reflexões originais, o compositor de obras irretocáveis como Coisa da antiga e o partideiro, herdeiro do improviso que é das nossas melhores heranças negras. É como se Geraldo Babão, seu alter-ego, tocasse para Tinhorão e Joel Rufino tabelasse com Dona Ivone Lara. O que diz sobre o partido-alto tem força de lei, não fosse ele, além de tudo, advogado e publicitário. Aliás, publicitário empenhadíssimo em divulgar o quanto o Brasil, para ser o Brasil, precisou que vários...(Resumo completo abaixo)

Mais detalhes

Este produto não está mais em estoque

R$ 48,00

Mais informações

Nei Lopes, mais do que o craque que bate o córner e faz o gol de cabeça, tem presença quádrupla no panorama da nossa música e da nossa cultura popular. Em sua mulatice zen, cevada em ambiência seropedicana, convivem em medidas de igual talento o historiador metódico e rigoroso, o intelectual de reflexões originais, o compositor de obras irretocáveis como Coisa da antiga e o partideiro, herdeiro do improviso que é das nossas melhores heranças negras. É como se Geraldo Babão, seu alter-ego, tocasse para Tinhorão e Joel Rufino tabelasse com Dona Ivone Lara. O que diz sobre o partido-alto tem força de lei, não fosse ele, além de tudo, advogado e publicitário. Aliás, publicitário empenhadíssimo em divulgar o quanto o Brasil, para ser o Brasil, precisou que vários pedacinhos da África passassem por aqui. Roberto M. Moura* SAIU NA IMPRENSA Thomas Traumann - Revista Época - 17 de outubro de 2005. "Partido-Alto - Samba de Bamba do compositor e pesquisador Nei Lopes, mostra que o samba (quem diria!) nasceu na roça. Com os ouvidos de hoje, a tese de Nei pode parecer uma daquelas discussões acadêmicas sem sentido. Não é. é uma demonstração de que a história tupiniquim é mais complicada do que parece." ----------------------- MARIO GUSMÃO - Um príncipe negro na terra dos Dragões da Maldade Ceci Alves - A Tarde/BA - 11 de maio de 2006 "As primeiras frases da introdução do livro Mário Gusmão. Um príncipe negro nos dragões da maldade, do antropólogo baiano Jeferson Bacelar, dão o tom de como, a partir daí, será conduzida a biografia sobre o mítico ator baiano, ao qual se grudam um sem-fim de rótulos e de quem pouco se conhece para al´me desses adjetivos. (...)Única biografia sobre o ator baiano, a publicação de sua tese de doutorado, acumula para si outro mérito - busca encontrar o homem com suas contradições." Correio da Bahia - 11de maio de 2006 "Entre momentos de glória e episódios dolorosos forjou-se a magnífica trajetória de Mário Gusmão. Morto há dez anos, o ator ocupa lugar privilegiado na história das artes cênicas da Bahia, não apenas por suas escolhas profissionais, mas por ter se comprometido com questões como a luta contra o racismo."

Código de Barras: 9788534703796

Tipo de Item: Livro

Formato da Edição: Brochura

Data de Lançamento: 2009-06-06

Título: PARTIDO ALTO

Samba de bamba

Autor(es): LOPES,NEI

ISBN: 9788534703796

Dimensões: 16 X 23

Número de Páginas: 264

Editora: Pallas

Selo: Pallas

Área: HISTORIA

Assuntos: CULTURA AFRO-BRASILEIRA/MUSICA/HISTORIA E CRITICA

(Todos os dados acima conforme informados pela editora)